O jardim

Contemplando-se um jardim bem cuidado, fica-se admirado como da mesma terra saem flores tão diferentes: uma perfumada rosa desabrocha ao lado de alvos lírios, num tapete de grama cor de esmeralda, canteiros de flores esmaltadas.

Cores diferentes, perfumes diversos convivem lado a lado… todos nutrindo-se da mesma terra.

Testemunho dos vários carismas

Assim também é a Igreja. Terra fecunda, irrigada pelo precioso Sangue de Nosso Senhor Jesus Cristo, a Igreja vê nascer ao longo dos séculos e nos mais diferentes lugares as vocações mais variadas.

Foi o que se tornou patente no recente tríduo na Paróquia de São Cristóvão em Ponta Grossa, na Missa cuja animação musical ficou a cargo dos Arautos do Evangelho.

Tríduo na Paróquia
São Cristóvão

O celebrante solicitou de improviso um testemunho a pessoas das vocações mais diversas: uma religiosa relatou a alegria de uma vida totalmente consagrada; um desembaraçado casal, já tendo cumprido suas bodas de ouro, discorreu sobre a alegria da fidelidade e harmonia na vida de família; uma jovem família externou a alegria de terem ali, bem perto de si, os filhos ainda pequenos, fruto do afeto legítimo e da solicitude pedida por Deus. Ao Diácono Paulo Sérgio, EP, coube mostrar a alegria de uma vida voltada ao sacerdócio, do qual ele já galgou o primeiro degrau, o diaconato.

Todos, carismas desabrochados do mesmo solo bendito da Santa Igreja, que, como mãe solicita e afetuosa a todos vivifica e acolhe sem excluir nenhum. Desde a irmãzinha de Caridade tratando de um morador de rua, ao teólogo mais instruído, ou ao consciencioso grande empresário que não descura seus deveres para com Deus.

Apresentação musical durante
confraternização

Após a Missa seguiu-se uma confraternização, durante a qual os Arautos executaram músicas as mais variadas, indo da Ave Maria de Schubert ao Hino Pontifício.