Em plena Segunda Guerra Mundial…

Neste título, seríamos levados a imaginar que o fato que será narrado se refere a algum episódio heroico da Segunda Guerra Mundial. Na verdade o que será descrito não trata de guerra, mas sim de paz!

Paz! Paz de consciência de uma grande alma que correspondeu a sua vocação religiosa. Se trata da Madre Maria Beatriz do Espírito Santo que completou neste sábado (5 de setembro) 70 anos de vida religiosa, no Mosteiro Portaceli das Monjas Concepcionistas.

Em Solene celebração Eucarística de Ação de Graças, presidida pelo Exmo. Revmo. Dom Sérgio A. Braschi, Bispo Diocesano de Ponta Grossa, comemorou-se esse tão belo e cada vez mais raro aniversário: 70 anos de vida religiosa. Os votos perpétuos se deram no ano de 1943, durante a 2ª guerra mundial!

Bela celebração, onde Dom Sérgio, se dirige à irmã aniversariante como Pastor e representante de Jesus Cristo, para que, em suas mãos, ela renovasse o compromisso assumido há 70 anos. O qual foi feito com toda decisão e entusiasmo pela veneranda Madre Maria Beatriz.

Foi edificante e emocionante contemplar aquela cena tão rara em nossos dias. Ela irmã de clausura, renova com toda decisão os votos de obediência, castidade e pobreza, e não deixa de manifestar a alegria que sente na via de clausura que abraçou.

Os Arautos do Evangelho estiveram representados na Celebração Eucarística, pelo Revmo. Diácono Paulo Sérgio Martins, EP, o qual teve a graça de exercer seu ministério diaconal na Santa Missa.

No momento de cumprimentar a Madre Maria Beatriz, os Arautos do Evangelho de Ponta Grossa ofereceram um belo quadrinho de Nossa Senhora de Fátima.

Peçamos a Nossa Senhora da Imaculada Conceição e Santa Beatriz da Silva, fundadora da Congregação, a firmeza e resolução de abraçarmos por inteiro e até as últimas consequências a vocação que recebemos de Deus!

Maurílio Fiuza

Que Nossa Senhora do Bonsucesso e Santa Beatriz da Silva protejam as suas filhas Concepcionistas e também a nós, fazendo frutificar a resolução “de abraçarmos, por inteiro e até as últimas consequências, a vocação que recebemos de Deus!’
Salve Maria!