O Sino, a Voz de Deus.

Em todas as residências dos Arautos do Evangelho, são realizadas atividades em conjunto, desde a execução de trabalhos manuais até as refeições. Para isso, é necessário que todos os arautos, ao escutarem o toque do sino, deixem suas atividades para se dirigirem ao local em que será realizado o Alardo.

“Hoje, se ouvirdes a minha voz, não endureçais o vossos corações” – Esta frase esta gravada no sino da casa mãe dos Arautos do Evangelho, para fazer recordar aos moradores daquela sede, que a voz do sino é a própria Voz de Deus!

Desde os primórdios da Igreja, Ela tem intitulado o sino como a “Voz de Deus”, seja para convidar os fiéis a participarem do Santo Sacrifício da Missa, anunciar o horário de se reunir em oração com o Sucessor de Pedro, rezando o Ângelus ao meio dia e as seis horas, ou, no caso de um mosteiro, que os monges cantem o Oficio Divino diante do Santíssimo Sacramento ou outras atividades.

De fato, a um Arauto, a obediência ao sino é de suma importância, pois, ao chamado de Deus, é necessário atender prontamente, sem delongas, sempre com espírito de “Praesto Sum!” – “Estou pronto! Eis-me aqui! “, como disse Samuel ao ser acordado por três vezes a noite pela Voz do Senhor.

Conta-se um fato muito bonito, em que uma freira, estando em oração, subitamente tem diante de seus olhos o Menino Jesus. Após certo tempo com a incomparável companhia do Menino Deus, ouve o badalar do sino, indicando que se iniciaria alguma atividade. Ela imediatamente, em obediência a “Voz de Deus” que falava com ela naquele momento, levanta e se dirige ao local em que as freiras iriam se reunir. Que exemplo de prontidão!

Dentro das casas dos Arautos existem vários toques de sino, próprios a cada atividade:

-Um toque composto de sete badaladas é utilizado para o despertar, onde todos tem dois minutos para se reunirem no local de costume.

-Um toque composto de duas badaladas indica que dentro de cinco minutos haverá um alardo, que se iniciará ao soar de um toque de três badaladas.

-Um toque, composto de três conjuntos de duas badaladas significa que todos devem cessar imediatamente suas atividades e se reunirem para um aviso de grande importância.

Sejamos dóceis a voz de Deus que nos fala em nosso interior, sempre com espírito de “Praesto Sum”  àquilo que Ele nos pede. Sirvamos ao Senhor com alegria!