VOCÊ RESPEITA OS SINAIS?

sinaisNas viagens pelas estradas deste imenso Brasil bem como no interior das cidades, quem se desloca de carro se depara constantemente com os sinais de trânsito. Uma série interminável de avisos: “Não ultrapasse”, “respeite os limites de velocidade”, “faixa contínua”, “utilize a faixa da direita”, e assim por diante.

Com o colossal aumento de carros nos últimos anos,

 as cidades também se tornam verdadeiros canteiros onde são plantados infindáveis sinais, causando até certa poluição visual.

Nosso bom-senso, entretanto, mostra que esses sinais são necessários e indispensáveis.

Diante de avisos, que os sinais teimam em manifestar a todo o momento, podemos tomar várias atitudes: respeitá-los, prestando a atenção adequada; desconfiar, achando-os exagerados, sem sentido; ou, simplesmente, ignorá-los. E, de fato, são muitos os motoristas que optam por esta última alternativa.

acidente-wpress-free

Pois bem: tomar a decisão de ignorá-los pode trazer consequências extremamente desagradáveis, provocando acidentes e mesmo causando a morte de pessoas que não participaram daquela decisão. Eventualmente, pode também, por uma série de coincidências, não acontecer nada. Assim, o motorista indisciplinado pode sair incólume e ainda achar-se “esperto” por ter escapado ileso. Obviamente, na maioria das vezes, o motorista imprudente, ao ignorar os sinais acaba se saindo mal.

O que foi exposto acima, em relação aos sinais de trânsito pode aplicar-se também à nossa vida espiritual, pois estamos nessa vida numa viagem rumo a um “local” determinado: a eternidade.

OS SINAIS QUE DEUS NOS DÁ

Deus, em sua infinita misericórdia não deixa – por um instante sequer – de pensar em nós. Seu divino e misericordioso cuidado nos propicia, a todo o momento, o auxílio de Sua Graça para nos ajudar nas grandes e pequenas dificuldades da vida. Este auxílio, que nos chega pela intercessão constante de Maria Santíssima, ajuda-nos a carregar a nossa cruz e nos anima a cumprir nossa finalidade nesta terra, ou seja, buscar a santidade.gabriel-sao-fra-angelico-ae

Deus também nos envia sinais: Hoje se ouvirdes a sua voz, não endureçais vossos corações”. (Hb 3, 7-8)

São muitos os sinais que Deus nos envia cada dia. Podem vir por inspiração de nosso Anjo da Guarda: muitas vezes ele nos inspira diante das dificuldades, diante de decisões importantes na vida etc. Sempre ele está ao nosso lado, nos encaminhando para o bem, embora a agitação do mundo de hoje — e, às vezes — falta de atenção nossa não permita “escutá-lo”.

Deus também nos envia sinais através dos conselhos de pessoas mais experientes, através dos pais, dos amigos, do nosso diretor espiritual, dos nossos superiores. E assim por diante. Deus sempre toma a iniciativa de nos salvar!

Infelizmente, diante dos inúmeros sinais de Deus, a reação de muitas pessoas é exatamente a mesma daquele motorista que negligencia os avisos do trânsito: fazem de conta que eles não existem e seguem a caminhada, nas estradas da vida, por sua conta e risco.

Peçamos a Nossa Senhora – Ela que deu toda atenção ao anúncio do Arcanjo São Gabriel, avaliando seriamente todas as consequências do seu “Sim” – que Ela nos ajude a não ficarmos indiferentes aos sinais que Deus nos envia a cada instante para chegarmos bem ao termo de nossa viagem: nossa salvação eterna.

Ilustrações: Arautos do Evangelho, wpfree, reprodução.