… e Jesus chorou

O avião tomou a altitude e a velocidade de cruzeiro; tínhamos agora pelo menos uma hora livre. Aproveitei para fazer algo de que gosto: pensar.

Como se estivesse montando um mosaico, fui rememorando os fatos das últimas semanas. As “pedras” desse mosaico tinham algo em comum.

 

Esse algo de comum era que quase todos os fatos traziam em si uma ameaça e, às vezes, algo de caótico, formando um mosaico assustador: fenômenos climáticas extremos, manifestações — em geral não muito pacíficas — a respeito das coisas mais dispares, violência a todo propósito… e muitas vezes sem propósito. Em suma, para qualquer lado do panorama, o que se via era preocupante.

Procurava a causa de tal situação, quando meus olhos caíram sobre o verso de um folheto na bolsa do assento em frente: era uma galinha tendo os pintinhos sob as asas. Vi que algo se encaixava das “pedras” do “mosaico” sobre o qual vinha pensando: lembrei-me das palavras de Jesus ao ver do alto a cidade de Jerusalém.

Jerusalém, Jerusalém, quantas vezes eu quis reunir teus filhos como a galinha reúne seus pintinhos debaixo das asas… e tu não quiseste!” (Mt 23, 37).

O “mosaico” hipotético parecia-se com a Jerusalém que rejeitara o Divino Salvador…

No entanto, para quem quer ouvir, Jesus está sempre a chamar para, “como a galinha, reunir seus pintinhos debaixo das asas”.

Para corrigir o estado de coisas de hoje seria preciso apenas deixar-se acolher junto a Jesus: reconhecê-Lo publicamente como Deus; ver no próximo, não alguém de quem se quer tirar proveito, mas ver nele o próprio Jesus: “tudo aquilo que fizerdes a um desses pequeninos, é a Mim que o fazeis” (Mt 25, 40); cumprir os mandamentos… Pautar a vida pública, como também a nossa vida pessoal segundo esses mandamentos.

Mas “tu não quiseste”…

E conclue: “então Jesus chorou”.

* * * * *

Igreja “Dominus flevit” [Jesus chorou] – Jerusalém

A tradição oral entre os primeiros cristãos guardou a memória do local em que Jesus chorou sobre Jerusalém. Nesta local edificaram a igreja “Dominus Flevit” [O Senhor chorou] que vemos na ilustração. Possui ela esta característica: atrás do altar-mor, ao invés de uma parede, há uma grande e bela grade através da qual se vê Jerusalem, sobre a qual Jesus chorou.

Ilustrações: Arautos do Evangelho. wiki, [email protected]

Alexandre Ceslav

Peçamos a DEus para não fazermos como as pessoas do tempo de Jesus. Peçamos para sermos acolhidos por ele como os pintinhos se deixam acolher pela mamãe-galinha. Mas Jesus nos quer que sejamos como ele ensinou. Sagrado Coração de Jesus, fazei nosso coração semelhante ao vosso. Alex