Se tivermos fé do tamanho de um grão de mostarda

Segurando um grão de mostarda

Não é necessário ser muito arguto para perceber que uma tal sucessão de catástrofes naturais não são coisa muito usual. As reações diante de tais eventos vão desde o pânico até uma apatia não menos prejudicial. São poucos os casos narrados na mídia em que as reações escapam a esse binômio pânico-apatia paralisante.

Continue reading Se tivermos fé do tamanho de um grão de mostarda

Visitando os Arautos do Evangelho

A Pastoral da Comunicação da Arquidiocese de São Salvador da Bahia — primacial do Brasil — divulgou a visita do Bispo Auxiliar à casa dos Arautos do Evangelho em Salvador durante a qual celebrou a Missa para os participantes de um retiro de formação espiritual. Veja a nota.


Continue reading Visitando os Arautos do Evangelho

Fátima, aurora de uma nova era histórica

No dia 13 de setembro de 2017 ocorrerá o centenário da penúltima aparição de Nossa Senhora em Fátima. Com Fátima ocorreu um fenômeno como poucas vezes ocorre: Deus manda como Mensageira a própria Virgem Santíssima, mas, ao par de que muitos já ouviram falar de Fátima e até conhecem a imagem, poucos conhecem o conteúdo da mesma.


Continue reading Fátima, aurora de uma nova era histórica

Receita rara

Lucas saiu do consultório médico com a receita no bolso e, para resolver logo, entrou na farmácia em frente. Entregou a receita ao balconista e esperou. O atendente demorou pesquisando no computador e depois de vários minutos voltou.

Moço, não temos esse remédio, não. Nem consta da lista.

A farmacêutica interveio; leu com calma a receita e sorriu.


Continue reading Receita rara

As sete palavras de Maria

Ao lermos os Evangelhos, vemos o altíssimo papel de Nossa Senhora aparecer em toda sua clareza, apesar do que diz São Luiz Grignion em seu célebre Tratado da verdadeira devoção à Santíssima Virgem, ressaltando a humildade d’Ela: “Para atender aos pedidos que Ela fez de escondê-La, empobrecê-La e humilhá-La (…) o Espírito Santo consentiu que os Apóstolos e Evangelistas a Ela mal se referissem, e apenas no que fosse necessário para manifestar Jesus Cristo” (1).

Continue reading As sete palavras de Maria

POR QUE?

Passou fazendo o bem”. Assim São Pedro resume a vida de Jesus.

A figura divina de Nosso Senhor sempre se nos apresenta ora curando um enfermo, ora consolando um aflito ou ressuscitando um morto. E o Evangelho narra que foi precisamente após ressuscitar Lázaro que os fariseus decretaram: “É preciso matá-Lo!” Por que? O texto a seguir, de autoria do Prof. Plinio Correa de Oliveira nos esclarece bem esse mistério da iniquidade.

Continue reading POR QUE?

VOCÊ RESPEITA OS SINAIS?

sinaisNas viagens pelas estradas deste imenso Brasil bem como no interior das cidades, quem se desloca de carro se depara constantemente com os sinais de trânsito. Uma série interminável de avisos: “Não ultrapasse”, “respeite os limites de velocidade”, “faixa contínua”, “utilize a faixa da direita”, e assim por diante.

Com o colossal aumento de carros nos últimos anos,

Continue reading VOCÊ RESPEITA OS SINAIS?

PEREGRINAÇÃO ANUAL A APARECIDA

img-ae
publico-nave-raeNos dias 12 e 13 de agosto os Arautos do Evangelho promoverão a peregrinação anual do Apostolado do Oratório “Maria, Rainha dos corações”. Tal peregrinação foi ideada pelo Mons. João Clá, Fundador e Superior Geral da entidade como forma de prestarmos uma piedosa homenagem à celeste Padroeira de nossa Pátria.

O evento constará do seguinte: Continue reading PEREGRINAÇÃO ANUAL A APARECIDA

O ENCONTRO DE DOIS OLHARES…

virgen-blanca-toledo-ae-eric-salasA comunicação humana, ao contrário do que às vezes aparenta, não está restrita apenas à expressão verbal. O homem se relaciona com o mundo exterior — inclusive com os demais seres humanos — através de todos os seus sentidos, pelas mais diversas manifestações. No entanto, entre os sentidos externos um deles é superior aos demais: a visão.

Continue reading O ENCONTRO DE DOIS OLHARES…

IPÊS DE AGOSTO

amarelo-perto

Sem dúvida, uma das mais belas árvores que há, o ipê apresenta flores de diversas cores e tonalidades, cada uma simbolizando determinados estados de espírito do homem ou situações da vida.

Na florada do ipê amarelo, por exemplo, transparecem alegria e elegante formosura. Assemelha-se ele a uma árvore ornada de magnífico manto dourado, conferindo um ar de corte onde se encontra. São sóis que reluzem em meio ao verde da mata, e suas flores reunidas em cachos de ouro estão a nos transmitir uma mensagem de esperança no porvir, nas promessas de Deus ainda não realizadas, masque se cumprirão a seu tempo.

Continue reading IPÊS DE AGOSTO