Skip to main content

Procissão de Corpus Christi em Ponta Grossa – PR

Na tarde da quinta-feira, 31 de Maio, a Igreja em Ponta Grossa – PR celebrou a solenidade de Corpus Christi com uma procissão, da qual participaram em torno de 50 mil fiéis, acompanhados do Santíssimo, que foi levado pelo bispo Dom Sergio Arthur Braschi.

Dentre as dimensões trabalhadas na procissão – Eucaristia, vocação e missão. Vida, esperança e salvação – a organização destacou a Ação Evangelizadora ‘Cada Comunidade, uma Nova Vocação’. A ideia foi mostrar o cristão leigo na sociedade, onde é chamado a ser sal da terra e luz do mundo, como preconiza o Ano do Laicato.

Discorrendo sobre o tema da procissão, o bispo lembrou que, nesse Ano do Laicato, os leigos devem ser os missionários, levar mais vida ao mundo, esperança a tantos desencantados, “e que nosso País possa ver raiar novos tempos, a partir da alegria de honrarmos Jesus na Eucaristia, porque sem Ele não conseguiríamos nada”.

Nesse sentido, comenta um preclaro adorador, o Professor Plinio Corrêa de Oliveira: “Graças à Sagrada Comunhão, a inteligência se torna mais perspicaz para os assuntos da Fé; enquanto o amor se abre mais a todas as virtudes; em relação à fortaleza, fica mais disposta a fazer todos os sacrifícios e a vontade de lutar se multiplica por si mesma.”

Os Arautos do Evangelho participaram da procissão com estandartes, representados por famílias e alunos da escola, além dos religiosos de vida consagrada.

À noite, foi realizada no Oratório São Paulo Apóstolo uma Missa Solene em honra ao Santíssimo Sacramento.

Este slideshow necessita de JavaScript.

 

Solene Coroação e Consagração a Nossa Senhora marcam os 101 anos das aparições

O século XX foi o período das grandes invenções e dos grandes acontecimentos que marcaram a humanidade. Os homens inebriavam-se desde seus primórdios, com invenções que acreditavam acabar com todas as dificuldades, com todos os problemas e sofrimentos, e, por fim, entrariam em uma espécie de paraíso terrestre, sem Deus.

Entretanto, o acontecimento mais importante do século XX não foi a travessia do oceano atlântico por um avião, fato este que o mundo estupefato aplaudiu com um gáudio jamais visto em qualquer era histórica, nem tantos inventos que revolucionaram os costumes, as modas, o convívio e o relacionamento dos povos, e nem sequer o homem ter chegado a lua. Enquanto os homens orgulhosamente ufanavam-se de si mesmos, de suas invenções, não eram estes os fatos mais importantes.

O fato mais importante do século XX foi a aparição da Santíssima Mãe de Deus aqui nesta terra. Foi a própria Mãe de Deus que veio a todos como uma Mãe angustiada e aflita, querendo colocar todos no caminho de seu amantíssimo Filho.

Em Fátima, Portugal, no dia 13 de maio de 1917, em um lugar tão humilde e secundário, a três pobres crianças Nossa Senhora revela mensagens e acontecimentos de uma grandeza e envergadura que ninguém poderia imaginar. O mundo propagava um pseudo paraíso sem a moral, sem mandamentos e sem Deus. Nossa Senhora nos mostra, ou melhor, nos aponta o Reino de seu Diletíssimo Filho, e nestas mensagens e pedidos de mudança de vida, Nossa Senhora termina com as palavras proféticas: Por fim o Meu Imaculado Coração Triunfará.

Já no início de suas aparições, propriamente na segunda, Ela nos dá a Razão Celeste de sua vinda “Deus quer estabelecer no mundo a devoção ao meu Imaculado Coração, e aqueles que se dedicarem a isto terão um grande prêmio no céu…”.

São Luiz Maria Grignion de Montfort, em seu Tratado da Verdadeira Devoção a Santíssima Virgem, não nos ensina outra coisa senão isto: Estabelecer no mundo a devoção ao Imaculado Coração de Maria. Neste livro, que o próprio Papa São João Paulo ll leu, podemos tirar de suas próprias palavras esses ensinamentos: “São Luiz Grignion de Montfort constituiu para mim uma significativa figura de referência, que me iluminou em momentos importantes da vida”… “foi no Tratado da Verdadeira Devoção à Santíssima Virgem que encontrei respostas as minhas perplexidades: sim, Maria nos aproxima de Cristo, nos conduz a Ele, com a condição de que se viva o seu mistério em Cristo”… “Compreendi, então, que não podia excluir da minha vida a Mãe do Senhor, sem desatender a vontade de Deus-Trindade, que quis iniciar e realizar os grandes mistérios da história da Salvação com a colaboração responsável e fiel da humilde Serva de  Nazaré”.

São Luiz nos demonstra que o centro de toda devoção é Nosso Senhor Jesus Cristo, e é para ele que devemos nos convergir. E ainda, que o caminho mais fácil, rápido, perfeito e seguro para chegar até Ele é através da Santíssima Virgem.

Esta Mãe Celestial, que em Fátima pedia paz para o mundo, pedia a mudança de vida, e que todos se voltassem para seu Filho e se afastassem do pecado. Essa mesma Mãe trouxe consigo o remédio precioso e celestial, trouxe o elixir para revigorar todas as forças, trouxe, enfim, a solução para todos os problemas, as dificuldades e para todas as aflições e sofrimentos. Esse remédio dado pelo próprio Deus através das Mãos Puríssimas de Maria é o Santo Rosário. Nossa Senhora disse: Quereis ter paz no mundo, rezai o terço todos os dias”. Sobre o Francisco, comentou com a Lúcia: “Se o Francisco quer ir para o céu, deve rezar muitos terços”. E, por fim, pedia que pelo menos se rezasse um terço por dia.

Nossa Senhora nos mostra o problema, fornece o remédio e nos promete a Vitória. E, acima de tudo, para aqueles que se dedicarem ao estabelecimento da devoção ao Imaculado Coração de Maria nesta terra, Nossa Senhora promete um grande prêmio no céu.

É para isto que foram convidados todos os que se reuniram nesta solenidade, dia 13 de maio, na Catedral de Ponta Grossa, para se colocar misticamente no Sagrado Coração de Jesus pelas mãos de Maria, de modo a se tornar com Eles um só coração. Assim, possam todos servir a Igreja de Deus como bons obreiros, dedicados de corpo e alma à implantação do Reino de Cristo aqui nesta terra, para que se cumpram as palavras divinas ”Venha a nós o Vosso Reino…Seja feita a Vossa Vontade, assim na terra como no céu”. E que, desta maneira, possam todos contribuir para a mais bela das promessas deixada por Nossa Senhora a 101 anos atrás: Por fim o Meu Imaculado Coração Triunfará!

Este slideshow necessita de JavaScript.

Aproveitando os feriados

O jovem é o futuro de uma nação. Investir na formação cultural e religiosa das novas gerações é garantia de um porvir glorioso para o país.

Conscientes dessa verdade os Arautos do Evangelho desenvolvem em colégios de várias cidades do Brasil o Projeto Futuro e Vida, levando o adolescente a refletir na sua existência e no seu papel social.

O jovem terá, dessa forma, condições de ser um elemento ativo para a mudança da sociedade, ao longo de toda sua vida. Planta-se uma semente nos corações deles, que irá desabrochar quando forem adultos.

Para você ter uma ideia do Projeto, veja, por exemplo, o vídeo sobre o acampamento dos feriados atuais.

https://drive.google.com/open?id=1yRFUEcIKliOOuGnl0rZwRcNAv9aKFM1z

 

Missa, Cantata Natalina e Ceia para as famílias

No dia 25 de dezembro, houve a Solene Celebração Eucarística, em homenagem ao Menino Deus que veio a este mundo para nos salvar.

Após a santa Missa, teve a cantata natalina, na qual todos puderam homenagear ao Menino Deus, com as vozes e as palmas.

Para terminar esta noite de Natal, algumas famílias puderam participar de um delicioso jantar.

 

Visitando os Arautos do Evangelho

A Pastoral da Comunicação da Arquidiocese de São Salvador da Bahia — primacial do Brasil — divulgou a visita do Bispo Auxiliar à casa dos Arautos do Evangelho em Salvador durante a qual celebrou a Missa para os participantes de um retiro de formação espiritual. Veja a nota.


Leia mais

COMUNICADO DE ESCLARECIMENTO DOS ARAUTOS DO EVANGELHO

COMUNICADO DE ESCLARECIMENTO DOS ARAUTOS DO EVANGELHO

 

No dia de hoje, 7 de julho de 2017, apareceu nas mídias sociais dos Arautos do Evangelho uma publicação com o seguinte título:

Manifesto Denúncia – Visita canônica ou inquisição farisaica? – Querem destruir a Igreja e isto não podemos permitir!

Esclarecemos que este texto é de responsabilidade única, exclusiva e pessoal de seu(s) autor(es), cuja identidade ainda desconhecemos. Ele não representa o pensamento dos Arautos do Evangelho, e foi divulgado sem o conhecimento da sua direção, utilizando-se indevidamente da plataforma informática da entidade. As devidas medidas investigativas estão em andamento para esclarecer o ocorrido e, no respeito à liberdade de opinião, dissociar pontos de vista individuais com a posição de nossa Instituição.

Pe. Hamilton José Naville, EP

Coordenador de imprensa e mídia social
dos Arautos do Evangelho