01 – Os Santos do mês de janeiro

1. Solenidade da Santa Mãe de
Deus, Maria. São Vicente Maria
Strambi, Bispo (†1824). Religioso
passionista, Bispo de Macerata
e Tolentino (Itália). Sofreu o exílio
por sua  fidelidade ao Papa. Foi
diretor espiritual da Beata Ana
Maria Taigi.2. Santos Basílio Magno (†379)
e Gregório Nazianzeno (†cerca
de 389), Bispos e Doutores da
Igreja. Beata Estefânia Quinzani,
virgem (†1530). Terciária dominicana,
dedicou a vida à contemplação
da Paixão de Nosso Senhor e
à formação cristã das jovens.
Faleceu em Soncino, Itália.

3. Santíssimo Nome de Jesus. Beato
Ciríaco Elias Chavara, presbítero
(†1871). Fundou em Mannanam,
Índia, a Congregação dos Irmãos
Carmelitas de Maria Imaculada e
colaborou na fundação da
Congregação das Irmãs da Mãe
do Carmelo.

4. Beata Ângela de Foligno, viúva
(†1309). Mística e contemplativa
que, após a morte de seu esposo
e filhos, entregou-se totalmente
a Deus, na Ordem Terceira
Franciscana.

5. Santo Eduardo III, rei (†1066).
Amado na Inglaterra por sua caridade,
trabalhou por manter a paz em seus
estados e a comunhão com a Sé
Romana.

6. Solenidade da Epifania do
Senhor. Santo André Corsini, Bispo
(†1373). Depois de uma juventude
desregrada, tornou-se carmelita
e foi eleito Bispo de Fiesole (Itália).
Governou sua diocese com sabedoria,
auxiliando os  pobres e reconciliando
os inimigos.

7. São Raimundo de Penyafort,
presbítero (†1275). Beata Maria
Teresa Haze, virgem (†1876).
Fundadora da Congregação das
Filhas  da Cruz, em Liège, Bélgica.
Morreu aos 99 anos de idade.

8. Santo Apolinário, Bispo (†séc. II). Autor
de várias obras contra as heresias e de
uma apologia da Religião Cristã,
dedicada ao imperador Marco Aurélio.

9. Santo Adriano da Cantuária,
abade (†710). Dirigiu em Cantuária,
Inglaterra, uma florescente escola,
ensinando as Sagradas Escrituras
e as ciências eclesiásticas e civis.

10. São Melquíades, Papa (†314).
Recebeu do imperador Constantino
o Palácio de Latrão e o tomou por
residência papal. Lutou contra os
donatistas e procurou estabelecer
a concórdia.

11. Beato Francisco Rogaczewski,
presbítero e mártir (†1940).
Encarcerado, torturado e fuzilado
em Gdansk, Polônia, por ser cristão.

12. Beato Nicolau Bunkerd Kitbamrung,
presbítero e mártir (†1944). Preso durante
a perseguição na Tailândia, morreu de
doença contagiosa, que contraiu
ajudando os enfermos na prisão.

13. Batismo do Senhor. Santo Hilário
de Poitiers, Bispo e Doutor da Igreja
(†367). Beata Verônica de Binasco
Negroni, virgem (†1497). Religiosa
do convento agostiniano de Santa
Marta, em Milão (Itália), onde dedicou-se
profundamente à contemplação.

14. São Fulgêncio de Écija, Bispo
(†cerca de 632). Irmão de São
Leandro, Santo Isidoro, e Santa
Florentina. Governou por cerca de 20
anos a diocese de Écija, Espanha.

15. Beato Pedro de Castelnau,
presbítero e mártir (†1208). Monge
da abadia cisterciense de Fontfroide
(França), encarregado pelo Papa
Inocêncio III de pregar contra os
albigenses. Foi morto a lançadas
por hereges em Saint-Gilles-les
-Boucheries, Provença.

16. São Melas, Bispo (†cerca de 390).
Bispo de Rhinocorura, Egito, condenado

ao exílio sob o imperador ariano Valente.17. Santo Antão, abade (†356). São
Januário Sánchez Delgadillo, presbítero
e mártir (†1927). acerdote da paróquia
de Tocolatlán, México, enforcado durante
a perseguição religiosa nesse país.

18. Santa Margarida da Hungria,
virgem (†1270). Filha do rei húngaro
Bela IV, consagrada a Deus desde a
infância. Tornou-se religiosa
dominicana, fazendo os votos
aos doze anos.

19. São Remígio de Rouen, Bispo
(†cerca de 762). Irmão do rei Pepino
o Breve. Teve grande influência
na introdução do canto gregoriano
na França.

20. II Domingo do Tempo Comum.
São Fabiano, Papa e mártir (†250).
São Sebastião, mártir (†séc. IV).
Santa Eustóquia Calafato, abadessa
(†1485). Filha de um rico comerciante
de Messina (Itália), ingressou na Ordem
das Clarissas e fundou o mosteiro de
Montevergine,  onde dedicou-se a
restaurar a primitiva disciplina da
vida regular.

21. Santa Inês, virgem e mártir
(†séc. III/IV). São João Yi Yun-il, mártir
(†1867). Pai de família e catequista
que foi torturado e decapitado na Coreia.

22. São Vicente, diácono e mártir
(†304). Beato Ladislau Batthyány-
-Strattmann, pai de família (†1931).
Médico oriundo de uma família
principesca húngara, atendia
gratuitamente os pobres
e indigentes no hospital por ele
fundado, em Viena, Áustria.

23. Santa Emerenciana, mártir (†cerca
do séc. IV). Sofreu o martírio em Roma.
Consta que era companheira de Santa
Inês e foi lapidada por pagãos fanáticos.

24. São Francisco de Sales, Bispo e
Doutor da Igreja (†1622). Beata Maria
Poussepin, virgem (†1744). Fundou
em Sainville, França, o Instituto das
Irmãs da Caridade Dominicanas
da Apresentação da Santíssima
Virgem.

25. Conversão de São Paulo, Apóstolo.
Beata Maria Antônia Grillo, religiosa
(†1944). Após ficar viúva, proveu
misericordiosamente as necessidades
dos pobres. Após vender os seus bens,
fundou em Alessandria (Itália) a
Congregação das Irmãzinhas da
Divina Providência.

26. São Timóteo e São Tito, Bispos.
Beato Miguel Kozal, Bispo e mártir
(†1943). Bispo auxiliar de Wloclawek,
Polônia, morto no campo de concentração
de Dachau, Alemanha, onde foi recluso
por defender a Fé e a liberdade da Igreja.

27. III Domingo do Tempo Comum.
Santa Ângela de Mérici, virgem
(†1540). Santo Henrique de Ossó y
Cervelló, presbítero (†1896). Sacerdote
da diocese de Tortosa, Espanha, fundador
da Sociedade de Santa Teresa, para a
formação das jovens.

28. São Tomás de Aquino, presbítero
e Doutor da Igreja (†1274). São José
Freinademetz, presbítero (†1908).
Religioso da Sociedade do Verbo
Divino, trabalhou incansavelmente
na evangelização da China.

29. Beata Villana de Bottis, mãe de
família (†1361). Abandonando
a vida frívola que levava em Florença,
Itália, fez-se Terciária Dominicana
e destacou-se pela assídua
meditação sobre Cristo Crucificado,
austeridade de vida e caridade para
com os pobres.

30. Beato Columba Marmion, abade
(†1923). Nascido na Irlanda, foi abade
do mosteiro beneditino de Maredsous,
Bélgica, onde se destacou como diretor
de almas e por sua eloquência.

31. São João Bosco, presbítero
(†1888). Santa Marcela, viúva (†410).
De nobre família Romana abandonou
suas riquezas e honrarias e, conforme
atesta São Jerônimo, enobreceu-se
praticando a pobreza e a humildade.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *