Acampamento de Semana Santa II

Na Sexta feira Santa os participantes do “acampadentro” fizeram o emocionante jogo da trincheiras, que foi equilibradíssimo até os últimos instantes, após o mesmo almoçaram e ficaram aguardando o inicio da Cerimônia da Paixão do Senhor que se realizou ás 15:00, hora e que Nosso Senhor Jesus Cristo expirou na Cruz. Continue reading Acampamento de Semana Santa II

Acampamento de Semana Santa

Nesta Semana Santa os alunos estão participando de um animado “Acampadentro” de Semana Santa, no qual participarão das cerimônias do Tríduo Pascal, de reuniões de formação e também de atividades recreativas.

Nessa quinta eles participaram de uma corrida de obstáculos, logo após tomaram um lanche e rezaram o terço procissional dentro da propriedade, aguardando o inicio da Missa da Ceia do Senhor, onde celebra-se a Instituição da Santíssima Eucaristia, e no final da qual o Santíssimo Sacramento é transladado para o Monumento que simboliza o momento em que Nosso Senhor é preso para ser crucificado, após isso o altar é desnudado.

CONVITE – Tríduo Pascal

Tendo em vista a aproximação do Tríduo Pascal e toda a importância da Semana Santa, convidamos a todos para estarem presentes nas cerimônias que serão realizadas na casa dos Arautos do Evangelho em Ponta Grossa, para juntos vivenciarmos as mais belas cerimônias da Santa Igreja Católica.

Os horários das celebrações são:

Quinta-feira Santa – Instituição da Santíssima Eucaristia: Missa às 19:00hs

Sexta-feira Santa – Cerimônia da Paixão de Nosso Senhor Jesus Cristo às 15:00hs                                    Confissões das 13:00 – 14:30hs                                                               17:00 – 18:30hs                                                                                                                        Via Sacra às 19:00hs

Sábado Santo: Missa às 19:00hs                                                                                                                 Confissões das 16:00 – 18:30hs

Domingo de Páscoa: Missa às 18:00hs

 

 

Domingo de Ramos

O Domingo de Ramos é a comemoração litúrgica que recorda a entrada de Jesus na cidade de Jerusalém onde Ele iria celebrar a Páscoa judaica com seus discípulos.

Ele é o portal de entrada da Semana Santa. É no Domingo de Ramos que se inicia a Semana da Paixão. É o dia em que a Igreja lembra Nosso Senhor entra em Jerusalem_.jpga história e a cronologia desses acontecimentos para dele tirarmos uma lição.

Já desde a entrada da cidade, os filhos dos hebreus portavam ramos de oliveiras e alegres acenavam com eles, estendiam mantos no chão para Jesus passar sobre eles. Jesus entrou na cidade como Rei!

Até parece que era um desejo d’Ele que fosse assim, pois, a cena em que tudo transcorre reproduz a profecia de Zacarias: o rei dos judeus virá. Exulta de alegria, filha de Sião, solta gritos de júbilo, filha de Jerusalém; eis que vem a ti o teu rei, justo e vitorioso; ele é simples e vem montado num jumento, no potro de uma jumenta.(Zc 9,9).

Embora Jesus montasse um simples jumento, o cortejo caminhava, alegre

domingo de ramos.jpg

e digno. Na expectativa de estar ali o Messias prometido, Jerusalém transformou-se, era uma cidade em clima de festa.

E Ele era aplaudido, aclamado pelo povo: “Hosana ao Filho de Davi: bendito seja o que vem em nome do Senhor, o Rei de Israel; hosana nas alturas”. Isto aconteceu alguns dias antes de que

Jesus fosse condenado à morte, quando os ecos dos gritos de “hosana” já se misturavam ao clamor de insultos, ameaças e blasfêmias que o levariam a sua Paixão redentora.

Foi com esse estado de alma que foi celebrada na propriedade dos Arautos do Evangelho em Ponta Grossa a cerimônia do Domingo de Ramos, com a presença de quase 300 pessoas, pudemos contemplar a entrada triunfal do Rei dos Reis na cidade onde iria ser flagelado, coroado de espinhos e crucificado para a remissão de nossos pecados.

É pura perda de tempo nos horrorizarmos exclusivamente com a perfídia, fraude e traição daqueles que estavam presente na entrada de Jesus em Jerusalém.

Para nossa salvação será útil refletirmos também em nossas fraudes e defeitos. Com os olhos postos na bondade de Deus, poderemos conseguir a emenda e o perdão para nossas próprias perfídias. Existe uma grande analogia entre a atitude daqueles que crucificaram o Redentor e nossa situação quando caímos em pecado mortal.

Não é verdade que, muitas vezes, depois de termos glorificado a Nosso Senhor ardentemente, caímos em pecado e O crucificamos em nosso coração? O pecado é um ultraje feito a Deus. Quem peca expulsa Deus de seu coração, rompe as relações filiais entre criatura e Criador, repudia Sua graça.

E é certo que Nosso Senhor é muito ultrajado em nossos dias. Não pelo brilho de nossas virtudes, mas pela sinceridade de nossa humildade nós poderemos ter atitudes daquelas almas que reparam, junto ao trono de Deus, os ultrajes que a cada hora são praticados contra Ele. As lições do Domingo de Ramos nos convidam a isso.

 

Projeto Futuro & Vida – Escola Santa Maria Goretti

Já se completam dois milênios que Nosso Senhor Jesus Cristo se encarnou e esteve com os homens nesta terra de exílio, pregando, advertindo, ensinando, e suas palavras

não perderam a força e a atualidade. Suas parábolas magistralmente, ou melhor, divinamente compostas, são aplicáveis, sem problema algum, tanto ao mundo antigo, quanto à sociedade atual.
Por exemplo, um dos primeiros cristãos poderia chamar de joio as heresias contra a Igreja nascente, do mesmo modo que um missionário chamaria de joio qualquer elemento prejudicial à sua evangelização. Quem poderá contestar essa ”doutrina nova dotada de potência”, como diziam seus inimigos.

É sobre este aspecto que analisamos suas palavras a respeito das crianças: ”Deixai vir a Mim os pequeninos, porque deles é o Reino dos Céus”. E também ”quem não se fizer como uma destas crianças não entrará no Reino dos Céus”.

E nos dias de hoje, exatamente em 16 de março de 2016, ao realizarmos o Projeto Futuro e Vida na Escola Santa Maria Goretti , constatamos que o Reino dos Céus é realmente dos pequeninos. A alegria e a inocência são as virtudes mais salientes em uma criança. E não faltou aos alunos da Escola Santa Maria Goretti nenhuma destas qualidades. A execução das músicas foi vivamente acompanhada de palmas e exclamações por nossos jovens. Houve alguns que, se aventurando na função de regente ditaram o ritmo das músicas. Outros gritavam “olé” nas músicas espanholas e os olhares atentos não abandonaram um só instante as baquetas durante a apresentação da percussão.

Muitos nunca tiveram a possibilidade de assistir pessoalmente uma apresentação musical. O projeto aborda a temática da harmonia da sociedade, comparando a união dos instrumentos enter si com relacionamento de uns com os outros. A importância de respeitar os outros alunos e os professores, assim como um músico respeita os outros instrumentistas e também o maestro.

Neste sentido um dos professores disse a respeito do Projeto: ”Achei de grande aprendizado musical, cultural e social. Além de promover o conhecimento dos instrumentos e seus sons, também promove a interação, coletividade e sociabilidade”.
A alegria das crianças foi contagiante, assim cada um de nós pôde a seu modo assemelhar-se a elas. Supliquemos pois a graça de “entrar no Reino dos Céus”

Projeto Futuro & Vida – Escola Municipal Prof. Jorge Dechandt

No dia 09 de março, quarta-feira, foi realizada pelos Arautos do Evangelho uma IMG_4916apresentação musical do Projeto Futuro & Vida.

O concerto foi executado na Escola Municipal Prof. Jorge Dechandt, para as turmas da tarde.

Esperamos que as sementes plantadas brotem nas crianças que assistiram à apresentação, cresçam e deem bons frutos a fim de desenvolver os talentos que cada um tem dentro de si.

Corrida de obstáculos

No último final de semana (dias 05 e 06) os alunos do Projeto Futuro&Vida participaram de uma animada corrida de obstáculos emocionante até os últimos momentos.

Ordenação de 14 novos sacerdotes Arautos

No dia 22 de fevereiro de 2016, data em que é celebrada pela Santa Igreja a Festa da Cátedra de São Pedro, foi realizada uma cerimônia na Basílica Nossa Senhora do Rosário em Caieiras-SP, da Ordenação Sacerdotal de 14 Diáconos pertencentes à Sociedade Clerical Virgo Flos Carmeli, dos Arautos do Evangelho.

A cerimônia contou com a presença do fundador dos Arautos do Evangelho, Monsenhor João S. Clá dias, e foi presidida por Dom Benedito Beni dos Santos.

Sobre a festa litúrgica da Cátedra de São Pedro, o prelado recordou que “a cátedra é o símbolo do poder de ensinar, não as próprias opiniões, mas as verdades reveladas por Deus e interpretadas segundo a tradição viva da Igreja”.

Ao término da cerimônia, o Padre recém-ordenado, Conrad Anthony Fernandes, agradeceu em nome de todos os neo-sacerdotes ao Bispo ordenante, Dom Beni, por tudo o que ele têm feito aos Arautos do Evangelho. Ao fundador dos Arautos do Evangelho, Monsenhor João Clá, pelo seu ‘olhar’ que atraiu a cada um a seguir essa vocação. Aos membros dos Arautos do Evangelho por toda colateralidade de irmãos. E aos familiares por terem apoiado a vocação dos seus filhos.

Os novos presbíteros são provenientes da Índia, Espanha, Costa Rica de El Salvador e do Brasil. 

 

Início do ano letivo na Escola Arautos do Evangelho

O dia 15 de fevereiro de 2016 ficou marcado para os alunos da Escola Arautos do Evangelho: Essa data marca o início do ano letivo da mencionada escola.

Num ambiente de alegria generalizada, alunos e professores começaram o ano letivo com ânimo renovado pelas bênçãos e Missas celebradas pelo bom andamento das atividades escolares.

O carisma dos Arautos do Evangelho rege todo o ambiente escolar. O desejo de perfeição se reflete em todas as atividades. O Belo, o Bom e o Verdadeiro caminham juntos, guiando esses jovens nas trilhas da virtude e da santidade.

Convite para uma peregrinação

O exercício da Via Sacra é aquele em que os fiéis percorrem mentalmente a caminhada de Jesus com a Cruz às costas desde o pretório de Pilatos até o monte Calvário, meditando a Paixão do Senhor. Tal exercício, muito comum no tempo da Quaresma, teve origem no século XI: os peregrinos que percorriam na Terra Santa os locais da Paixão de Cristo, reproduziram no Ocidente a peregrinação feita ao longo da Via Dolorosa em Jerusalém.
O número de estações dessa caminhada foi definido aos poucos, até chegar às quatorze estações como fazemos hoje em dia. O exercício da Via Sacra tem sido muito recomendado pelos Papas, pois proporciona uma profunda meditação da Paixão do Senhor.
Seguindo esse imemorial costume da Igreja Católica, os Arautos do Evangelho realizam no período da Quaresma, o exercício da Via Sacra toda sexta feira após a Santa Missa celebrada diariamente às 19 hs.