Mãe de Deus e nossa

Pelo dom de sabedoria, Nossa Senhora conhece em Deus, mais do que qualquer outra criatura, os planos divinos e as supremas razões de todas as coisas, consideradas em seus mais sublimes aspectos. O que Ela contempla em Deus é tão elevado que não caberia no vocabulário humano.

Entretanto, pelo dom de conselho, que Maria possui também em grau supereminente, Ela sabe perfeitamente aplicar este conhecimento à vida concreta, sendo assim capaz de orientar os passos de seus filhos rumo ao fim sobrenatural ao qual o Senhor os destina. Logo, se mediante o dom de sabedoria resplandece em Nossa Senhora especialmente seu caráter de Filha de Deus, pelo dom de conselho refulge n’Ela sua qualidade de Mãe.

Mãe do Bom Conselho

Ora, é próprio à mãe, não apenas indicar ao filho o caminho, mas também auxiliá-lo de mil formas a segui-lo. Neste sentido, Maria, como “Mãe do Bom Conselho”, é Aquela que discerne em Deus a meta sublime, conhece os meios de lá chegar e nos estimula a trilhar a via indicada.

Mais ainda, por sua misericórdia Ela intercede por nós e, por sua onipotência suplicante, obtém tudo para nós, mesmo aquilo a que, por mera justiça, não teríamos direito.

Finalmente, sua intimidade com Deus, a elevação de suas virtudes e a excelência de seu poder tornam Nossa Senhora insuperável, imbatível e invencível.

RAZÃO DE NOSSA ESPERANÇA

Este pensamento nos traz segurança, pois d’Ela tudo haurimos para triunfarmos do mal, mas, por outro lado, é também verdade que deveremos prestar-Lhe contas, recebendo o prêmio ou o castigo, em função de nossa correspondência às suas graças.

Nossa Senhora Se nos apresenta, assim, como excelsa Rainha da História e do universo. Ela conhece com perfeição não apenas a meta ideal, mas também os meios para atingi-la, e possui tudo quanto é necessário para, apesar de nossas deficiências, tornar-nos capazes de alcançar os objetivos de Deus.

Fiéis ou débeis, santos ou pecadores, essa Mãe Celeste tem sempre para conosco a mesma atitude de bondade, disposta a amparar-nos em qualquer situação e a trazer a solução para qualquer problema. Trata-se de saber invocá-La com confiança!

(Compartilhado da revista “Arautos do Evangelho”, nº 200, agosto de 2018, p. 5. Para acessar a revista Arautos do Evangelho do corrente mês clique aqui )  

 

Ilustrações: Arautos do Evangelho, Gustavo Krajl

Os comentários estão fechados.