D. Cláudio aconselha ao Papa Francisco: não esqueças dos pobres

Cidade do Vaticano (Sexta-feira, 16-03-2013, Gaudium Press) Manhã diáfana em Roma. Um fila enorme de jornalistas esperavam para entrar na Sala Paulo XVI, onde tiveram o primeiro encontro oficial com Sua Santidade o Papa Francisco. Estiveram presentes umas duas mil pessoas. “Durante a eleição eu tinha junto de mim o arcebispo emérito de São Paulo e prefeito emérito da Congregação o Cardeal Hummes”. Nos momentos em que as votações começavam a se fazer evidente, que ele era o favorito, explica o Papa Francisco, nesses momentos D. Cláudio um amigo, um grande amigo, me confortava. Então quando os votos subiram e se produziu um aplauso, “ele me abraçou, me beijou e me disse: não esqueças dos pobres”. Aí pensei imediatamente em São Francisco de Assis, pensei nas guerras e Francisco o homem da paz. Assim surgiu em meu coração o nome de Francisco de Assis. Francisco é o homem da paz, homem pobre. “Como gostaria ter uma Igreja pobre e para os pobres”. Conclui o Papa.
Jorge Martines/Arautos diretamente de Roma

Audiência do Papa Francisco aos jornalistas.

Repórteres na Sala Paulo VI